fbpx

Intercessão dos Santos Anjos? Existe? O que a Igreja ensina?

Nesse dia dos Santos Anjos, vamos ver um pouco mais sobre o que a Igreja nos ensina sobre a intercessão deles. É importante já afirmar que sim, a intercessão dos Anjos existe e é muito importante.

A Igreja sempre ensinou que os Santos Anjos são poderosos intercessores, que conhecem o desígnio de Deus e estão sempre tentando no encaminhar para a vontade de Deus e para a nossa santificação.

O Catecismo nos ensina: “Os anjos são criaturas espirituais que glorificam a Deus sem cessar e servem os Seus planos salvíficos em relação às outras criaturas”.

Os Anjos que são seres puramente espirituais, prestam serviço a Deus, glorificam-O através da adoração e da intercessão por nós.

Cada ser humano possui um Anjo da Guarda, como especial intercessor. Ele nos é dado na concepção e sempre nos acompanha. Sua missão é nos proteger e interceder pela nossa salvação.

O Anjo da Guarda pode nos salvar de perigos, mas sua principal função não é nos livrar de perigos terrenos, e sim da condenação da nossa alma. Ele está aqui para nos ajudar a cumprir nossa vocação: a santidade.

Veja também: Entre anjos e demônios – Os anjos podem falar comigo? Como eles me regem?

O que o Catecismo da Igreja Católica diz

O CIC diz: “Cada fiel tem ao seu lado um Anjo como protetor e pastor para o guiar na vida. Desde este mundo, a vida cristã participa, pela fé, na sociedade bem-aventurada dos Anjos e dos homens, unidos em Deus”.

Por isso devemos sempre rezar aos Anjos, em especial ao nosso Anjo da Guarda, para que sempre nos livre do mal e no conduza para o Sumo Bem.

 

São Pe. Pio e os Anjos da Guarda

Diversos santos falavam já da importância de se recomendar aos Anjos, mas um em especial, São Padre Pio, nutria uma profunda devoção aos Santos Anjos.

Padre Pio, desde criança, conversava com seu Anjo da Guarda, essa extraordinária capacidade para ele era tão comum que ele chegou a pensar que todas as pessoas viam o Anjo da Guarda.

O Santo sempre recomendava aos seus filhos espirituais que rezassem para seus Anjos, além de pedir que o seu Anjo próprio falasse com o de seus filhos espirituais.

Em uma carta para sua filha espiritual Anita, Padre Pio diz: “Pelo amor de Deus, não se esqueça desse companheiro invisível, sempre presente, sempre disposto a nos escutar e pronto para nos consolar”.

Seguindo os conselhos de Padre Pio, cada um de nós devemos rezar ao Anjo da Guarda, aos Santos Anjos e Arcanjos e usufruir desses poderosos intercessores.

O Santo sempre lembrava a importância da amizade com o Anjo da Guarda, esse fiel companheiro, e a devoção a São Miguel Arcanjo para vencer o Mal.

Por isso, devemos sempre invocar a presença dos Anjos, confiar em sua intercessão e recomendar nossos pedidos.

 

Devocionário dos Santos Anjos – Baixe o seu

 

Rezemos então a tradicional oração ao Santo Anjo

 

Santo Anjo do Senhor,

meu zeloso guardador,

pois que a ti me confiou a Piedade divina,

hoje e sempre, me governa, rege, guarda e ilumina.

Ámem

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password