Alerta para o Encontro Mundial das Famílias

No dia 26 de fevereiro o portal católico Life Site News, fez uma séria denúncia: a infiltração de conceitos anti-cristãos nas catequeses preparatórias e cartilhas para o Encontro Mundial das Famílias, que irá acontecer em Dublin na Irlanda em agosto deste ano.

Uma das cartilhas continha a foto de um casal de lésbicas abraçadas com a legenda “enquanto a Igreja defende o ideal do casamento como um compromisso permanente entre um homem e uma mulher, existem outros grupos que proporcionam apoio à outros casais. O Papa Francisco nos encoraja para nunca excluir, mas para acompanhar esses casais também, com amor, cuidado e apoio”.

A matéria expõe a preocupação com o material catequético que será distribuído na semana do Encontro, pois, boa parte dos vídeos, abordam explicitamente que é família legítima a união de pessoas do mesmo sexo “os líderes pró-família na Irlanda que estiveram assistindo o programa ‘Amoris’ dos Bispos irlandeses não ficaram surpresos ao ver que os vídeos do programa contêm um “acenar e uma piscadela” para a agenda LGBT”.

No centro da polêmica a Amoris Laetitia

Amoris Laetitia, exortação escrita pelo Papa Francisco em 2016, norteará os debates e conclusões do Encontro Mundial das Famílias. Tal exortação vem causando vários debates entre teólogos, pois, dizem eles que alguns ensinamentos têm “aparente inconsistência com o ensino moral da Igreja”.

O arcebispo de Dublim, Diarmuid Martin, que supervisiona o Encontro, disse que o material catequético foi reeditado depois das denúncias. O Encontro Mundial das Famílias é convocado pelo Dicastério do Vaticano para Leigos, Família e Vida, liderado pelo cardeal Kevin Farrell.

O material causou a reação de vários fiéis e uma instituição católica chamada Lumen Fidei, organizará uma Conferência em defesa da família, na mesma semana do Encontro (22 e 23 de agosto).

“A Conferência das Famílias Católicas, utilizará a encíclica do Papa Pio XI Casti connubii“castelo casto”, como ponto de partida. Escrita em 1930 foi a resposta do Papa Pio XI à igreja anglicana que aprovou a contracepção – a primeira vez que uma denominação cristã o fez – na Conferência de Lambeth.

O Papa Pio XI defendeu a família, combateu os métodos contraceptivos e o aborto.

Leigos em prol da família

A Lumen Fidei é uma Associação leiga católica sem fins lucrativos e está envolvida em questões educacionais e culturais, trabalhando para apoiar, entre outros princípios da Igreja, seu ensino sobre casamento e contracepção.

Nunca como neste século a família cristã foi tão atacada e neste tempo os investidas vêm de dentro. Rezemos para que seja o Espírito Santo de Deus a guiar até o fim do tempos o seu povo que deseja ser-lhe fiel até o fim.

Segundo fonte de LifeSiteNews

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password