Filme “Duas Coroas” conta a história de São Maximiliano Kolbe

O filme polonês “Duas Coroas” conta a história de São Maximiliano Kolbe, que depois de São João Paulo II é provavelmente uma das figuras mais conhecidas fora da Polônia.

Um documentário completo

Esta produção de 2017 é um documentário de dramaturgia que emociona ao contar a trajetória heroica do mártir da caridade – como é conhecido São Maximiliano Maria Kolbe, por ter dado sua vida por um pai de família no campo nazista de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial.

DUAS COROAS combina a recriação de fatos até então desconhecidos, com as declarações de especialistas e pessoas que o conheciam e ficaram impactados com suas palavras e ações.

São Maximiliano foi canonizado em 1981 por São João Paulo II. Ele é o autor da famosa frase “Acaso não sabeis que eu sou da Imaculada?”

A parte documental foi gravada na Polônia, Japão e Itália, entre outros onde a obra do santo (A Milícia da Imaculada) alcançou êxito na missão. O pai que foi salvo por seu gesto, Kazimierz Piechowski participa do filme.

Há uma campanha que está no ar a alguns meses que visa angariar fundos para trazer o filme para as salas de cinema do Brasil. Através do site da produção você pode contribuir. Acesse o link e ajude.

Saiba mais: A história de Maximiliano e Rudolf. Como o homem escolhe entre o bem e o mal?

Da infância humilde ao martírio

A história de Raimundo, nome de batismo de São Maximiliano, é cheia de detalhes preciosos para compreender a grandeza deste santo.

O marco na vida do santo:

Papa Francisco reza na cela onde faleceu São Maximiliano Kolbe.

Certa vez, ele vendo que cada um de seus colegas tinha um bichinho de estimação, sem dinheiro para adquirir um, foi até o galinheiro de sua casa e tomou para si um ovo.

Sua ideia era chocá-lo e ter assim um bicho de estimação. Sua mãe ao saber do ocorrido ficou muito irritada, pois como a família era muito pobre cada centavo e alimento fazia muita falta.

No meio do nervosismo, sua mãe lhe disse: “O que será de você, meu filho?”. Isso impactou profundamente o pequeno que desde aquele dia nunca mais fez alguma travessura, mas andava muito quieto.

Sua mãe, preocupando-se com esta postura, resolveu conversar com Raimundo. Ele revelou que desde aquele dia em que ouvia a frase, ele passou a rezar à Nossa Senhora perguntado a ela o que seria do seu futuro, o que ele se tornaria.

A santidade e martírio

E revelou:

“Certa vez, encontrando-me na igreja, e perguntando-lhe novamente, Nossa Senhora me apareceu. Trazia nas mãos duas coroas, uma branca e outra vermelha. Olhava-me com afeto. Perguntou-me se eu queria aquelas duas coroas. A branca significava que perseveraria na pureza, a vermelha que me tornaria mártir. Respondi-lhe que aceitava as duas”.

Não imaginaria que anos depois daria sua vida pela de um pai de família no campo de concentração.

Peçamos no dia em que recordamos São Maximiliano Kolbe, que este santo nos dê a graça de compreender o que é dar a vida por Deus e amor à sua Vontade acima de tudo.

São Maximiliano Maria Kolbe, rogai por nós!

 

O filme será estreado no Brasil dia 28 de Novembro

Assista ao trailer:

 

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password