Escola nova! 7 dicas viver bem este processo

Mãe deixa o filho na escolinha e acena
Mãe deixa o filho na escolinha. Toda a família sofre com mudanças.

Quando falamos em adaptação escolar, não dá para negar que é um momento delicado para toda a família e, muitas vezes, os pais sofrem mais do que os filhos.

Como as aulas estão prestes a começar (e você está lendo este texto), imagino que o seu filho vai passar por esse processo em breve.

Ano novo vida nova e … escola nova!

Veja abaixo sete dicas para você, seu filho e sua família lidarem com a fase de adaptação da melhor maneira possível:

1) Um mundo novo

A mudança de escola, a separação dos amigos e da professora antiga costuma ser dolorosas e a integração a um novo grupo, que muitas vezes já está formado, passa a ser um desafio. É importante que, nesse caso, seu filho tenha uma ajuda emocional.

Explique que ele terá a oportunidade de conhecer novos amigos – sem deixar de manter contato com os amigos da antiga escola – e de aprender coisas novas. Lembre-se sempre de perguntar como foi o dia na escola nova e se você pode ajudá-lo de alguma forma.

2) A nova professora

A adaptação com a nova professora também é essencial! É importante que ela conheça detalhes do seu filho que só você pode contar. Seja sobre a saúde, o comportamento, a alimentação, os medos e as dificuldades…

3) Como vai ser?

Contar para a criança o que ela vai encontrar lá na frente, também ajuda muito no processo de adaptação.

Explique para o seu filho o que ele aprenderá durante o ano e, se for possível, apresente os novos colegas antes mesmo de as aulas começarem.

4) Não deixe a tristeza pegar você

Professora consola um aluno em sala de aula
Professora consola um aluno em sala de aula.

Pode ser que você sinta a dor da separação mais do que seu filho e isso vai te causar tristeza. Você precisa estar preparada para lidar com esse sentimento ou, pelo menos, aceitá-lo.

5) A hora da despedida

Despedir-se do filho na entrada da escola é um dos momentos mais difíceis na vida de uma mãe ou um pai. Deixar alguém tão pequeno e indefeso nos braços de um “estranho” ou ouvir dos maiores “Não quero ir pra escola, quero ficar com você” é angustiante.

Mesmo sendo uma missão difícil, não deixe que seu filho perceba e o estimule para que ele se sinta confiante e independente.

6) Procure se entreter

Provavelmente, você passará o dia pensando se seu filho está bem, se ele comeu direito ou se ele está precisando de ajuda. Mas, isso só vai deixá-la com rugas de preocupação!

Procure manter a cabeça ocupada no período em que ficará sozinha. Marque um almoço com uma amiga que você não vê há algum tempo ou converse com outros pais que já passaram por isso. Eles podem ajudá-la a ficar menos angustiada.

7) Faça parte da turma

Como você percebeu, não é somente o seu filho que precisará passar por adaptação! É importante que você estabeleça um vínculo com os novos pais e professores logo no início.

Participar das atividades propostas pelo colégio, ir aos eventos sociais, organizar passeios com outros pais é uma forma de incentivar seu filho a se abrir ainda mais para novas amizades.

Maitê Gabriela Ferreira, pedagoga e catequista

Leia mais: Meu filho não quer ir à escola. O que fazer?

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password