fbpx

Entrevista com Pe. Gabriel Vila Verde – O poder da Medalha Milagrosa – Peça a sua aqui

No final de janeiro, Pe. Gabriel Vila Verde, sacerdote baiano, amigo do carisma Aliança de Misericórdia, anunciou em suas redes sociais o lançamento do seu mais novo livro: O poder da Medalha Milagrosa.

Na propagação dessa devoção, enviaremos a você, gratuitamente, a Medalha Milagrosa. Peça uma Medalha Milagrosa clicando aqui.

“Um grito de amor traduzido em folhas de papel”

O conteúdo desse livro tem uma representatividade muito grande para o sacerdote, fruto de sua espiritualidade e apostolado, como divulgou na rede social:

“É com o coração explodindo de alegria que eu apresento a vocês a minha mais nova obra: O PODER DA MEDALHA MILAGROSA. Este livro é fruto de uma experiência e de um apostolado! É o meu grito de amor traduzido em folhas de papel, depois de ver tantos milagres operados por Deus através da Medalha de Nossa Senhora das Graças”.

Peça aqui, gratuitamente, a Medalha Milagrosa

E sobre isso, conversamos com o Pe. Gabriel. Acompanhe a entrevista:

AM: Como nasceu a sua devoção particular à Nossa Senhora das Graças e à Medalha Milagrosa?

Pe. Gabriel: Minha devoção surge ainda na infância, pois tive a graça de nascer em berço católico. Imagens, crucifixos, medalhas, escapulário… tudo isso já fazia parte do nosso cotidiano. Porém, a Medalha Milagrosa sempre chamou a minha atenção por ser um pedido direto da Virgem Maria. Não foi alguém que teve a inspiração de fabricá-la, mas foi o Céu que nos deu esse presente. Logo, a Medalha Milagrosa merece todo nosso carinho.

AM: E, como começou o apostolado do senhor, divulgando esta devoção?

Pe. Gabriel: O apostolado de divulgação começou no ano passado (2021), quando eu comecei a ler os escritos de São Maximiliano Kolbe, santo pelo qual tenho grande estima.

Maximiliano dizia que o Rosário é a nossa arma, e a medalha milagrosa a nossa munição para vencer o mal. Em todos os lugares por onde ele passava, sempre entregava a medalhinha aos que encontrava pelo caminho, e muitas conversões aconteciam.

Eu nunca tinha pensado nisso! Sempre ouvi falar que o Rosário era a nossa arma, mas não lembrava que toda arma precisa de munição. Daí, então, eu, que já usava a Medalha havia muitos anos, comecei a fazer o mesmo que São Maximiliano fazia: entregá-la gratuitamente a todos que atravessarem o meu caminho. E posso afirmar com convicção: foi uma das melhores decisões que tomei na vida. Me arrependo de não ter começado antes…

AM: Qual a motivação para a escrita e quais os frutos o senhor tem colhido a partir da publicação dessa obra?

Pe. Gabriel: A publicação do livro “O PODER DA MEDALHA MILAGROSA” surgiu por dois motivos: o primeiro foi a minha procura por uma obra que falasse sobre o assunto, mas não achava nada substancioso, apenas livretos com poucas informações.

As obras mais importantes sobre o tema ainda não foram traduzidas para o português, sendo que algumas já saíram de circulação no século passado, infelizmente.

Então, eu me senti na obrigação de construir um trabalho que desse a devida importância a este sacramental.

O segundo motivo foram as graças alcançadas através da medalha. Eu recebia quase que diariamente, inúmeros relatos de graças e eu não poderia guardar estes relatos só para mim. O mundo precisa conhecer o poder da medalha milagrosa, e por isso o livro se tornou realidade.

Da publicação do livro até agora, os relatos só aumentam e a procura das medalhas também. É comum entrar numa loja de artigos religiosos e ouvir da boca do vendedor: “as medalhas estão em falta”.

AM: Padre, quase 200 anos após a aparição de Nossa Senhora das Graças e o pedido de talhar a medalha, estamos vivendo tempos de crises, guerras, uma recente pandemia… nada muito diferente do que se passava na época, com relatos de curas e proteção, por parte de quem usava a medalha.

Como o senhor enxerga que essa devoção também pode ser transformadora para nós, atualmente?

Pe. Gabriel: A medalha milagrosa nunca envelhece, porque veio do Céu. Nenhuma devoção vinda do céu cairá no esquecimento. Veja o exemplo do Escapulário, do Terço da Misericórdia, da devoção ao Sagrado Coração de Jesus, etc. São coisas que sempre estarão “na moda”, pois mesmo que o tempo mude e os anos passem, o ser humano continua o mesmo, as dificuldades continuam as mesmas, e o homem sempre terá a necessidade de buscar a Deus através dos sinais sagrados e das devoções. Logo, a Medalha Milagrosa que tanto bem fez no passado, continua fazendo atualmente, em meio a tantos problemas que surgem. Como se diz na novena, a medalha é um escudo para quem quer se defender dos males do tempo presente.

AM: Acredito que seja importante o senhor falar sobre a Medalha Milagrosa não ser um amuleto, mas um objeto de devoção. Fale um pouquinho sobre isso.

Pe. Gabriel: Eu fiz questão de falar sobre isso no livro e ainda coloquei na contracapa, para que todos leiam. Os Sacramentais, sejam eles quais forem, não são amuletos nem talismãs. Não é o objeto em si que possui a graça, mas é Deus quem atua através daquele objeto. A medalha por si só, é uma peça de alumínio, de metal, de prata ou de ouro, porém, se for abençoada e usada com fé, torna-se um canal de graças para quem usa.

AM: O senhor estará na Festa das Tendas, dia 02/04 – falando sobre o triunfo do Coração de Maria. O que podemos esperar? E, terá alguma surpresa ao público referente ao livro e/ou a medalha?

Pe. Gabriel: Participar da Festa das Tendas é uma alegria muito grande. Quero agradecer de coração a toda comunidade Aliança de Misericórdia pelo convite e por estar vivendo com vocês estes dias de graça.

Não posso garantir nenhuma surpresa porque o Espírito Santo sempre nos surpreende… Ele é quem conduz a pregação, a oração, as inspirações… porém, desejo falar um pouco sobre a Medalha também, para que os fiéis que nos acompanharão pela Tv possam conhecer este grande dom que o Céu nos deu.

Adquira aqui o livro: O poder da Medalha Milagrosa

Pregação na Festa das Tendas

No sábado, dia 02/04, Pe. Gabriel Vila Verde estará ao vivo na Canção Nova, às 14h20, no evento Festa das Tendas, onde irá pregar com o tema: “Sentinelas da manhã: profetas de uma nova alvorada para o triunfo do Coração de Maria”.

Divulgação da devoção

No livro, que foi prefaciado pela Irmã Zélia, o sacerdote fala sobre a história da Aparição de Nossa Senhora das Graças, a simbologia e teologia da Medalha, traz testemunhos espantosos de milagres e conversões por meio desta devoção e muito mais.

Padre Gabriel realiza diariamente em seu perfil no Instagram a novena perpétua da Medalha Milagrosa, além de outros conteúdos de espiritualidade e formação, em seu canal no Youtube.

Receba uma Medalha Milagrosa

Você pode entrar em contato conosco para receber em casa a Medalha Milagrosa, abençoada pelo Pe. Gabriel. Clique na imagem abaixo para pedir uma Medalha.

BANNER SITE_CAMPANHA MEDALHA MILAGROSA

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password