Educar os filhos na Fé Católica

Qual a sociedade em que nossos filhos estão vivendo? Vivem em uma sociedade que exerce grande influência e pressão em várias áreas.

Desde os amigos, a própria escola e principalmente através das mídias. Os pais, na maioria das vezes, não têm a percepção do impacto que os filhos sofrem e, em seu papel de pais deveriam estar os ajudando não só a suportar, mas sim a superar essas pressões exercidas pela sociedade e internamente pelo próprio pecado original.

Formação de uma pessoa digna

O grande dilema que um pai e uma mãe deveriam colocar a si mesmos é se estão atentos à formação dos seus filhos.  Mais ainda, como diria São João Crisóstomo, “O certo é que todas as pessoas se esforçam para que seus filhos se instruam nas artes, nas letras e na eloquência, mas a ninguém ocorre pensar em exercitar a sua alma.”

A preocupação principal dos pais é querer a felicidade dos filhos, porém não observam como estruturam a vida para eles sem a noção de causa e efeito – não se tem claro que as nossas ações tem efeito sobre as fases da vida.

Logo, se você quer que seus filhos tenham uma vida adulta boa é necessário investir desde a infância; investir especialmente nos aspectos da fé, porque é a fé que sustenta!

O ponto principal é como aprofundar a fé dos nossos filhos, observá-los de uma maneira ordenada, pois a falta de ordem interior prejudica o crescimento da fé. É imprescindível proporcionar momentos de oração familiar e fomentar a oração pessoal.

Um olhar profundo sobre a vida

Quando há a escassez desses momentos, dificilmente os filhos compreenderão o sentido da vida e não adquirirão um olhar sobrenatural. Sem esse olhar para o sobrenatural, outros sentidos de vida serão apresentados confundindo com o verdadeiro sentido da vida, aquele que dá um norte para o fim último do homem.

Sem a vida interior que ordena os sentidos, os filhos serão guiados simplesmente por suas emoções que não deixam claro o caminho a seguir.

Dedicamos tempo àquilo que priorizamos e devotar tempo para Deus é coloca-lo no centro, dar tempo a Ele. É através disso que geramos o desejo de amar a Deus em nossos filhos!

O maior problema na educação das crianças, segundo os santos, é educá-las na vangloria, ou seja, na vaidade. Toda vez que se educa dessa maneira sabota-se a fé, porque a fé exige humildade. Como se educa um filho na vanglória?

Viver das coisas que não passam

Quando o educamos para as aparências, nos preocupamos apenas com as vestimentas e os nossos comentários e críticas, são sempre sobre exterioridades, coisas completamente efêmeras.

A partir do problema da vanglória surgem vários outros problemas; os filhos começam a se distanciar da fé e passam a não compreender o que é o cristianismo; caem em diversos vícios, não dialogam, não querem mais ir à Igreja, não suportam falar em oração.

É uma questão de causa e efeito: quanto mais exterioridade, mais aversão à oração.

Durante a educação da fé os pais devem observar as práticas diárias de oração: é importante explicar as razões dessas práticas para os filhos, deixá-los perceber que se pode ter um relacionamento com Cristo, que não é uma ideia, e ainda lembrá-los de que Ele vive!

Se está claro que a missão dos pais é levar os filhos para o Céu, é importante pensar na alma deles. Onde deve estar essa alma agora e onde estará depois.

Com isso teremos um olhar mais atento para como nossos filhos estão vivendo a vida deles.

Prof. Felipe Nery Martins

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password