fbpx

Dica de Leitura | As 5 linguagens do amor

O livro “As 5 linguagens do amor” do autor cristão americano Gary Chapman é uma recomendação perfeita para a Semana dos Namorados. O livro aborda as linguagens que usamos para demonstrar a amor.

Ele mostra que não existe uma única fórmula para se mostrar que se ama alguém, pelo contrário, existem diversas formas de demostrar afeto e existem diversas formas de se sentir amado.

As 5 linguagens do amor

De acordo com o livro, um dos grandes problemas em relacionamentos, sejam eles familiares, românticos ou mesmo amizades, é que nem todo mundo fala a mesma linguagem do amor e isso pode acabar causando atrito.

Como assim? De acordo com Gary Chapman, você pode estar demonstrando afeto para uma pessoa comprando um presente, por exemplo, mas tudo o que ela quer é que você passe um tempo de qualidade com ela, ou seja, provavelmente o seu presente não causará o efeito necessário.

Amar e sentir-se amado

Por isso, é importante aprender a linguagem do amor da pessoa com quem você se relaciona. E, é claro, aprender qual a linguagem do amor te toca, que te faz se sentir amado.

Assim, você se torna capaz de demonstrar amor da forma com a qual a outra pessoa se sente verdadeiramente amada e é capaz de ensiná-la a forma como você se sente amado.

Quais são as 5 Linguagens do amor?

O livro descreve basicamente 5 diferentes linguagens do amor. São elas:

1- Palavras de afirmação:

Pessoas que se sentem amadas quando são incentivadas e elogiadas. Frases como: “Vai dar tudo certo”, “Isso estava incrível”, “Você está lindo(a)”, fazem com que essa pessoa se sinta amada e querida por você.

2- Atos de Serviço:

Como o próprio nome diz, essa linguagem se resume em você ajudar a pessoa com algum tipo de serviço, seja ele pontual ou nas tarefas diárias. Como por exemplo, lavar a louça, consertar a fechadura, levar o lixo para fora, levar o carro para lavar, dentre outros atos de serviço.

3- Tempo de Qualidade:

Pessoas que se sentem amadas quando passam um tempo de qualidade com você, aquele momento em que estão fazendo algo legal e onde a sua atenção está 100% focada nela. Essas pessoas têm a necessidade de que você dedique um tempo a elas, seja assistindo um filme, ou numa longa conversa sem interrupções, seja um almoço juntos ou mesmo um cafezinho. Vale até aquela chamada de vídeo, viu?

4- Toque Físico:

O toque físico é uma das formas mais comuns de demonstração de amor, dentro das 5 linguagens do amor. Existem pessoas que necessitam do toque físico, da proximidade, do cafuné ou de um abraço carinhoso, aquele que tem o poder de reconfortar e acalmar, sabe?

5- Presentes:

O fato da outra pessoa ter se lembrado de você e comprado um presente, pensando em suas características e no que você iria gostar também é uma linguagem de amor. Pessoas que gostam de ganhar presente geralmente gostam não pelo valor material ou pelo preço, mas pelo cuidado e lembrança que o outro teve que ter para lhe dar algo.

Como saber qual é a sua linguagem do amor?

No final do livro, Gary Chapman oferece um questionário para te ajudar a identificar qual é a sua linguagem do amor. Na internet também encontramos diversos sites onde é possível fazer o teste. Nesse link você encontra um questionário muito parecido com o do livro para fazer e identificar sua linguagem do amor predominante.

Mas, o mais importante é entender que não somos todos iguais e precisamos aprender a nos comunicar afetivamente com quem amamos, entendendo as diferenças e limites e buscando sempre aqueles pequenos gestos de amor que fazem a diferença.

O Livro “As 5 linguagens do amor” é um livro que vale muito a pena ler, mesmo para os solteiros, pois é um livro que nos ajuda a

1 – Nos conhecer melhor

2 – Conhecer melhor as pessoas a nossa volta

3 – Entender como demonstrar nosso afeto e nosso amor.

Veja também Dica de Leitura | O Amor que dá a Vida. 

0 Comments

    Leave a Comment

    catorze + quinze =

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password