Como a fé pode ajudar a administrar as emoções?

Foto: Aziz Acharki @acharki95- unplash.

Em um mês tão importante para falarmos sobre emoções, vamos abordar como a fé pode contribuir para nossa saúde emocional.

Mas, vamos começar do principal: o que são emoções?

Emoção é tudo aquilo que sentimos e vivenciamos no dia a dia: alegria, gratidão, tristeza, vergonha, raiva, euforia, frustração, compaixão, orgulho, saudade, mágoa etc.

E as emoções são instáveis: durante o mesmo dia você pode vivenciar diversas delas, especialmente no contexto de mundo que vivemos, onde estamos literalmente em uma montanha-russa de emoções, porque tudo que tínhamos como certo, foi reconfigurado e nem sabemos ainda o que vai acontecer, pois provavelmente não teremos novamente o antigo normal, mas também não sabemos como será o novo normal. Você sempre sentirá as emoções.

Nas minhas mentorias de Inteligência Emocional, sempre explico que, ser inteligente emocionalmente, definitivamente não é controlar as emoções, porque emoção não se controla, ela simplesmente vem, você não é um vegetal que não vai sentir nada. Você vai oscilar diante de várias emoções.

Inteligência emocional é conhecer-se para saber lidar com as emoções, é perceber que tem raiva e saber que quando você está nessa emoção não é o melhor momento para tomar decisões. Inteligência emocional é resiliência, ter explosões e saber voltar ao seu estado natural rápido para buscar as soluções e não se demorar nos problemas, pois virão sempre mais e mais.

Saiba mais:  Você conhece os tabalhos sociais da Aliança? Conheça um dos nossos projetos

O elemento Fé

E a fé, o que é? Para mim, a fé é uma moção, que é ação, pois é o impulso que causa o movimento. E a fé não é mutável, ela não oscila como as emoções, porque você pode ser uma pessoa de fé em um momento triste ou em um momento alegre (tristeza e alegria são emoções, portanto, mutáveis).

Muitas de nossas decisões são baseadas na fé, pois é o ato de acreditar mesmo no que não vemos, é saber ou sentir que existe algo maior e mais poderoso que nos ajuda a ter as ações perante as emoções.

Passei por muitos momentos difíceis, vales e desertos, onde as adversidades ficaram tão pesadas que perdi a esperança e passei por depressão.

Lembro que nesse período fui dominada por tantas emoções que me empurravam cada vez mais para o fundo e, por alguns períodos, abandonei minha fé, e não falo somente na fé em Deus, falo da fé em mim, a fé que tinha nas pessoas, a fé na vida, a fé de que tudo podia ser melhor.

E nesses momentos de abandono da fé foi onde tive os meus piores pensamentos, dominada por todo esse mar de emoções, pensava “para quê viver?”. E é quando você quer se abandonar, onde você não encontra mais sentindo para a vida e pensa realmente em privar-se dela.

Um sentido

Mas como Deus é perfeito em todas as coisas e não nos abandona jamais, Ele havia me dado um presente que era minha filha e aquela menininha inocente com um sorriso lindo foi a luz que me resgatou.

Por ela decidi voltar à moção, à fé, a esse impulso que causa movimento para algo maior. A fé é ter esperança. E no meu caso, foi minha filha, mas para cada um existe um estímulo.

No livro “Em Busca de Sentido”, o autor Viktor Frankl fala sobre a questão do sentido da vida. Ex-prisioneiro do campo de concentração de Auschwitz, ele relata sua experiência e as adversidades vivenciadas naquele ambiente de dor, sofrimento e privações.

Frente a essas situações, ele conta como as pessoas que sobreviveram conseguiram reagir a tudo isso e a busca por encontrar um sentido para a vida após essa dolorosa experiência.

A saúde emocional

E por quê, então, a fé é importante para a administração da saúde emocional?

Porque ela te dá um sentido maior para vida, ela te proporciona a moção, que é a ação para as coisas, porque não basta saber das coisas. Muitos sabem e não fazem nada. A ação é que nos faz nos sentirmos vivos.

Muitos jovens hoje estão atentando contra suas vidas, consciente ou inconscientemente porque têm tudo pronto e não vêm o sentido da vida, não lhes foi ensinada a fé, para que gerassem esse amor, para que entendessem também a beleza e a satisfação que existe em poder servir a algo mais que lhes dê sentido.

A Fé é que nos dá o saber, a força e o amar. Ela é uma condição de vida e te leva para duas realidades fortes e eternas, que é o amor e o serviço, e quando você ama e serve, sente que sua vida tem um propósito maior.

Rebeca Macedo – Fundadora do “Encontrando suas Estrelas”, mentora de Inteligência Emocional e Controller da Alewho IT Solutions.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password