Beata Chiara Luce, um sinal para as jovens mulheres

Chiara ao centro, seu pai Ruggero e sua mãe Teresa
Chiara ao centro, seu pai Ruggero e sua mãe Teresa

Um presente de Deus

Chiara Badano é a filha única do casal Ruggero e Maria Teresa Badano. Seu nascimento foi depois de 11 longos anos de súplicas a Deus; e ela chegou como um presente.

Quando tinha 9 anos de idade participou do “Familyfest”, encontro promovido pelo Movimento dos Focolares e ali determinou que iria fazer do Evangelho o objetivo da sua vida.

Sua vida era tão normal quanto a de qualquer outra jovem; gostava de natação, esqui e música. Amava a vida, a presença dos amigos e participava ativamente dos encontros do Movimento focolarino.

De repente uma dor

Aos 17 anos, enquanto jogava uma partida de tênis, sentiu uma dor tão forte no ombro que foi necessário levá-la ao hospital. Os exames se seguiram e o diagnóstico foi aterrador: osteossarcoma, um câncer extremamente agressivo.

Sua mãe relata que Chiara chegou do hospital e foi direto para o seu quarto, deitando na cama e balbuciando alguma frase “Jesus, se você quer eu quero”. Sua mãe falava-lhe, mas em vão. Passados 25 minutos ela sorri para mãe e diz “Mamãe, agora você pode falar”.

“No início tínhamos a impressão de ir ao encontro dela para sustentá-la – conta um amigo seu – mas logoChiara Luce em seu leito, sorri para foto percebemos que entrando no seu quarto nos sentíamos projetados na aventura maravilhosa do amor de Deus. E não é que Chiara dissesse frases extraordinárias, ou escrevesse páginas e páginas de diário. Ela simplesmente amava”.

O que mais surpreendia em Chiara era sua fortaleza. Chegou a pedir que não lhe aplicassem a morfina, pois esta lhe tirava a consciência e ela queria estar plena para continuar a oferecer-se para Jesus: “tira a lucidez, e a dor é a única coisa que eu posso oferecer a Jesus. É só o que me restou”.

Chiara recebeu o nome de Luce, por Chiara Lubich que ao receber suas cartas disse que “O seu semblante é tão luminoso e demonstra o amor que tem por Jesus”.

Chiara Luce faleceu no dia 7 de outubro de 1990, sua última frase foi, “Mamãe seja feliz, porque eu o sou”.

Milhares de jovens compareceram ao seu funeral e todos tinham a certeza da sua santidade.

“Os jovens são o futuro. Eu não posso mais correr, mas quero passar a tocha para eles, como nas Olimpíadas. Os jovens tem uma única vida e vale a pena usá-la bem!”

Peçamos à Beata Chiara Luce para que as adolescentes e jovens possam colocar à frente de qualquer projeto o verdadeiro ideal de vida que é seguir os passos de Jesus.

Segundo Fonte de Focolare.org

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password