fbpx

Mais de 400 missionários católicos assassinados em 17 anos

Segundo uma pesquisa feita pela Agencia Fidei, mais de 400 missionários católicos foram assassinados entre os anos 2000 e 2017 em todos o mundo.

Enfrentar os riscos pelo Evangelho

No último dia 15/10 foi comunicado mais uma morte de sacerdote no México. Padre Orta, foi pároco de San Luis Rey de França, e seu corpo encontrado em um terreno baldio. Ele estava desaparecido há três dias e seu corpo estava com sinais de tortura, tendo as mãos e os pés amarrados.

A Agência Fidei é o órgão de informações das Pontifícias Obras Missionárias e mostra números impressionantes: Segundo o relatório, 447 missionários foram assassinados, dentre os quais 5 bispos, 331 padres, 3 diáconos, 42 leigos, 51 religiosas, 10 religiosos não ordenados e 16 seminaristas.

Alguns foram mortos por defenderem grupos de pessoas vulneráveis, atentados, vítimas de estupro e outros morreram em assalto ou vingança da população local.

Em uma entrevista a própria Agencia Fidei, o arcebispo Giovani Pietro dal Toso, Secretário Adjunto da Congregação pela Evangelização dos Povos e Presidente da Pontifícia Obra Missionária, disse:

Na Igreja antiga encontramos muitos jovens mártires. Pensando neles, podemos dizer que o testemunho de fé, pelo sangue, não conhece limite: o chamado à doar a vida toca todos os batizados, e o jovem pode dar um precioso exemplo.

Quando se é muito jovem se tem um grande impulso e disponibilidade de dar a própria vida. Há tanta generosidade no coração do jovem! Não creio que os jovens de hoje são menos generosos a respeito da geração passada. Na juventude, como em outras etapas da vida, existem debilidades, mas também os chamados millennials, e os jovens de hoje, dão prova de generosidade: basta pensar nas experiências de jovens voluntários que vão a países de missão”. (23/03/2018)

O relatório foi publicado por ocasião do Mês das Missões e no início dos trabalhos dos bispos reunidos por ocasião do Sínodo da Juventude. O que mais chama a atenção no relatório é que a maioria dos mortos eram jovens.

Você pode acessar o relatório na íntegra neste link: Giovani Missionari Uccisi_2018.pdf

Com informações de Sempre Família

0 Comments

    Leave a Comment

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password