Eu achava que conhecia o Amor d’Ele (Deus)

Lara Carneiro com jovens do grupo sementesAntes do TK, eu costumava ser aquela pessoa que “acredita em Deus”, que tem “fé”, que “vai à missa” e que “reza”. Coloco entres aspas sim, porque eu achava que conhecia o amor Dele, achava que tinha fé, achava que rezava.

Um convite na hora certa

Conheci o Grupo Sementes através de um convite de amigos em um momento em que tudo na minha vida parecia não se encaixar.

Não estava bem na minha vida pessoal, não estava bem na minha vida profissional e me via bem triste mesmo. Quando fui convidada a participar do retiro de Santo Agostinho que aconteceu no começo de julho (de 2017).

Ao longo de todo aquele dia, senti um amor forte de Deus por mim, que se refletia através de todos os momentos, de todas aquelas pessoas que me olhavam, me abraçavam e me tratavam tão bem, sem nem me conhecer.

Assisti a uma palestra que falava de plenitude, do que é se sentir completo quando você conhece Deus, no seu íntimo. Tudo que eu sabia naquele momento é que eu nunca havia me sentido assim, mas a partir daquele dia, era o que eu queria buscar.

O Thalita Kum “quebrou minhas pernas”

Depois desse retiro, comecei a conhecer melhor o grupo. Participei de alguns encontros, terços, e me via cada vez mais feliz. Até que veio o Encontro Thalita Kum. E BUM! Desculpe os termos, mas definitivamente “quebrou as minhas pernas”.

No dia de início do TK, eu já cheguei feliz pelo que eu achava que ia viver naqueles dois dias. Iam ser dois dias maravilhosos. O que eu não esperava era viver uma experiência tão enriquecedora, e que transborda tanto amor.

Não sei se o objetivo de todos aqueles momentos é fazer com que você saia sem duvidar do amor de Deus, e da importância Dele nas nossas vidas, mas foi exatamente o que eu senti. Descobri que apesar de tudo que venha a acontecer, nós nunca estaremos sozinhos.

Engraçado é que sempre eu ouvia aquela famosa frase que diz que “há males que vêm para o bem” e sempre achava um clichê imenso sem nenhuma verdade. Como algo de ruim tem que acontecer para você conseguir enxergar algo melhor depois? Pois foi exatamente o que aconteceu comigo!

Descobri a verdade de mim

Antes do TK, eu costumava ser aquela pessoa que “acredita em Deus”, que tem “fé”, que “vai à missa” e que “reza”. Coloco entres aspas sim, porque eu achava que conhecia o amor Dele, achava que tinha fé, achava que rezava.

O que fazia mesmo era pedir, pedir e pedir quando algo dava errado na minha vida e eu PRECISAVA me apegar a alguma coisa. Sempre achei que fazia tudo certo na minha vida. Boa filha, boa irmã, boa amiga, não fazia mal aos outros e achava que isso bastava.

Depois de tudo que vivi no TK, todas as palestras sobre gratidão, perdão, amor, vi o quanto sou pequena, o quanto ainda preciso melhorar e o quanto minha fé era ‘”falsa”.

A partir dali, comecei a minha caminhada e me sinto um bebê aprendendo a dar os primeiros passos. Mas o que eu posso dizer hoje é que conheço o amor de Deus, aprendi a amá-Lo, e busco um relacionamento íntimo com Ele, que espero que se fortaleça a cada dia da minha vida.

Gratidão

Gostaria de agradecer imensamente ao Grupo Sementes. Agradecer sim! Muito! Preciso falar que a Lara que existia no comecinho desse ano já não existe mais. Ela deu lugar a outra mais feliz, mais realizada, confiante e que tem Deus dentro de si.

Muito do que eu já evolui, devo ao que vivi de experiência com Deus, e tudo isso foi graças ao Grupo Sementes e cada pessoinha que faz parte dele!

Sabe aquele trecho da canção do Pai Nosso quando a gente canta “Pai, meu pai do céu, eu quase me esqueci, que o teu amor vela por mim…“? Que bom que vocês não me deixaram esquecer! Muito obrigada por tudo!

Lara Carneiro, Grupo Sementes – Fortaleza/CE

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password