fbpx

Dia Mundial do Pobre

O Dia Mundial dos Pobres, instituído pelo Papa Francisco em 20 de novembro de 2016 por meio da Carta Apostólica Misericordia et Misera, destaca a importância de voltarmos nossa atenção para aqueles que a Igreja sempre considerou como os favoritos de Deus. O Pontífice, em sua mensagem para esta ocasião, baseou-se na passagem de São Marcos 14,7, ressaltando que Cristo é o Pobre por excelência, representando todos os pobres.

Ao mencionar que sempre teremos pobres entre nós, o Papa Francisco enfatizou que Jesus se fez o primeiro pobre, aceitando o amor e a caridade em nome daqueles que são marginalizados. Ele reconheceu os pobres como verdadeiros evangelizadores, chamados a compartilhar a bem-aventurança do Senhor e Seu Reino.

O Papa também destacou o compromisso da Igreja Católica, indo além de ações assistenciais, para uma atenção genuína ao outro. Ele ressaltou que o compromisso não é apenas ativismo, mas uma verdadeira preocupação pela pessoa, buscando efetivamente o seu bem.

Em seu apelo à Igreja, o Papa Francisco incitou as paróquias a se abrirem ao movimento de evangelização, indo ao encontro dos pobres em suas casas, hospitais, cantos escuros e centros de refúgio. Ele enfatizou a importância de compreender as necessidades e desejos dos pobres para integrá-los verdadeiramente à vida da comunidade.

O Papa concluiu, exortando a Igreja a reconhecer a presença dos pobres no meio de nós e a torná-los parte de nossa vida, instrumento de salvação. Ele enfatizou que é evangélico se considerarmos a nós mesmos como pobres, permitindo-nos reconhecer e incorporar os pobres em nossas vidas.

Este chamado à solidariedade e compaixão ressoa com a visão da Aliança de Misericórdia, que reconhece nos pobres os mestres que nos convertem. O Estatuto do Movimento destaca que aprender com os pobres nos torna mais livres, ensinando-nos a alegrar com o pouco, apreciar, compartilhar, agradecer, pedir perdão e recomeçar com humildade.

Como Comunidade Evangelizadora, a Aliança de Misericórdia se compromete a se unir ainda mais aos pobres, reconhecendo neles o Cristo abandonado. A Aliança, nascida em meio a essa realidade, dedica-se a projetos sociais e evangelizações, buscando resgatar a dignidade dos irmãos necessitados, ajudando-os a construir uma vida nova.

Neste Dia Mundial dos Pobres, em comunhão com a mensagem do Papa Francisco e seguindo a vocação da Aliança, podemos afirmar: “Também nós somos pobres, e nos pobres encontramos o ‘sacramento’ vivo do Cristo”.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password