Carta do Padre João Henrique ao Movimento Aliança de Misericórdia

São Paulo, 08 de maio de 2020.

Queridos,

tive a graça de aproveitar deste tempo de “isolamento social”, para viver um tempo de intimidade com Deus.

Escolhi de parar, em solidão, até o Pentecostes, pelo menos, para escutar o Senhor com mais profundidade, para orar, silenciar, pedindo com mais força o auxílio e a luz do Espírito Santo, suplicando um novo Pentecostes na minha vida, e na vida de toda a Comunidade, para a Igreja e o mundo inteiro.

Quero aproveitar para responder a quantos me pediram de partilhar à respeito deste momento.

Tenho certeza que Ele nos proporciona, através deste “isolamento” um retiro espiritual, necessário para prepararmos a grande “missão continental”, a que nos sentimos chamados, neste vigésimo ano da nossa fundação.

Nada melhor, antes deste “envio missionário” do que “permanecermos” no cenáculo, com Maria, neste mês a ela dedicado, para sermos “revestidos da força do alto”.

Em tudo, demos graças a Deus e acolhamos este tempo como oportunidade única de intimidade com Deus, de comunhão espiritual com o gemido e o pranto da humanidade, que precisa, como nós desesperadamente de Deus, de conversão e purificação interior, de súplica, para que, o Senhor nos encha com seus santos dons e carismas, para a missão à qual nos enviará.

Oro para todos e a todos abençoo. Amo e acolho no meu coração cada um! A todos, também peço perdão, pois sei que não os amo como gostaria, mas desejo, creiam, amá-los muito mais. A todos também perdoo de coração, se tiver algo para perdoar.

Para todos, peço que intercedam por mim, assim como intercedo por cada um de vocês, filhos amados da Divina Misericórdia!

Seu pequeno irmão
Pe. João Henrique

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password