A mentira da cura gay

A mentira da “cura gay”

Você fica irritado quando esquece que é 1° de abril e caí na primeira mentira que te contam? Pois é! Se no dia em que as pessoas levam na esportiva serem enganados ficamos chateados, imagine se isso acontecesse todos os dias? Na semana passada, a opinião pública foi sacudida com uma suposta autorização da “cura gay”. Porém, indo às fontes, a liminar não tinha nada de curar ninguém.

Leia na íntegra a decisão do juiz:

DOCUMENTO ORIGINAL EM PDF DA 14 ª VARA DE BRASÍLIA-DF

Basicamente, a liminar revoga a decisão de coibir qualquer tipo de atendimento às pessoas homossexuais que, de livre vontade, buscassem orientação sobre sua condição sexual. Os juízes entenderam que proibir os psicólogos de atenderem as pessoas que porventura os procurassem, consistia em ato de censura, além de ferir a Constituição, impedindo que pesquisas científicas fossem realizadas.

Em um trecho importante da liminar, está escrito “ CONSIDERANDO que a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão;

CONSIDERANDO que há na sociedade uma inquietação em torno de práticas sexuais desviantes da norma estabelecida sócio culturalmente;

CONSIDERANDO que a Psicologia pode e deve contribuir com seu conhecimento para o esclarecimento sobre as questões da sexualidade, permitindo a superação de preconceitos e discriminações;

Infelizmente, as pessoas logo acreditam no que a mídia polemiza. A verdade é que faz tempo que parte dela vem perdendo o compromisso com a verdade e servindo às ideologias e partidarismos.

Ao longo do século passado, a mídia se tornou uma grande formadora de opinião e hoje, o jornalismo investigativo ganhou credibilidade por denunciar injustiças e corrupção. Porém, quando os meios de comunicação são usados para provocar divisões na sociedade através de mentiras, isso não pode ser tolerado.

Quantos insultos nós vimos nas redes sociais entre amigos, familiares e pessoas que nem se conheciam por causa da “cura gay”? Houveram até manifestações de artistas e celebridades, passeatas e tudo mais por conta de uma mentira. É inacreditável!

Nós cristãos temos o dever de buscar a verdade em cada gesto e palavra. Confesso que, quando vi as notícias sobre “cura gay”, corri no site da Justiça Federal de Brasília e li o documento original. Fiquei envergonhada por ver que jornalistas, pessoas com faculdade, cultas, arquitetaram um circo de falsidade nas nossas TV’s e jornais. Até mesmo alguns homossexuais foram às redes sociais com a liminar impressa em mãos, desmentir o que havia sido dito.

Infelizmente, o estrago está feito e cabe a nós cristãos, promover a paz onde estivermos.

“Procurai a paz com todos e a santidade, sem a qual ninguém verá o Senhor. Vigiai, para que ninguém venha a estar privado da graça de Deus, nem alguma raiz amarga, crescendo, vos cause danos e, por meio dela, muitos venham a ser contaminados” (Hebreus 12, 14-15).

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password