Santo Rosário e as indulgências

Grande é a força que a Igreja sempre atribuiu à oração do Santo Rosário ou do Terço como meio de purificação de redenção.

No novo Manual das Indulgências é atribuída à reza do Terço, orado na Igreja ou em grupo, a indulgência plenária, isto é, a total remissão da pena devida pelos pecados já confessados e perdoados. A pena desconta-se em vida pela penitência, oração e pelas obras de misericórdia e, após a morte, pela purificação no purgatório.

Conheça as normas das indulgências referentes ao Terço:

  • Indulgência é a remissão, diante de Deus, da pena temporal devida pelos pecados já perdoados quanto à culpa, o fiel, devidamente disposto, e em certas e determinadas condições, alcança por meio da Igreja, a qual é a dispensadora da redenção, distribui e aplica, com autoridade, tesouro das satisfações de Cristo e dos Santos…
  • Qualquer fiel pode lucrar indulgências parciais ou plenárias para si mesmo ou aplicá-las para si mesmo ou aplica-las para si mesmo ou aplicá-las aos mortos como sufrágio. Para que receberam as indulgências é necessário também que se reze, no final da recitação do Terço ou Rosário, nas intenções da Papa, como apresentação no item abaixo:
  • A condição de rezar nas intenções do Sumo Pontífice cumpre-se ao se recitar nessas intenções um Pai-Nosso e uma Ave-Maria (os fiéis podem acrescentar outras orações conforme a sua piedade e devoção).

Indulgência plenária é se o Rosário for recitado na Igreja oratório ou em família, na comunidade religiosa ou em piedosa associação; indulgência parcial, em outras circunstâncias.

Chama-se, também, terça parte dessa oração, o Terço.

Para a indulgência plenária determina-se o seguinte:

– Basta a reza da terça parte do antigo Rosário (antes composto por três mistérios), mas as cinco dezenas devem ser recitadas juntas;

– A oração vocal deve ser acompanhada de piedosa meditação;

– Na recitação pública devem ser anunciados os mistérios, conforme o costume aprovado no lugar. Na recitação privada, basta que o fiel ajunte a meditação dos mistérios à oração vocal;

– Entre os orientais, onde não existe a prática desta devoção, os patriarcas poderão determinar outras orações em honra da Santíssima Virgem Maria (por exemplo, entre os bizantinos o hino Akathistos, que significa ficando de pé, porque é cantado nessa posição ou o ofício Paraclisis – rito de invocação e súplica a Nossa Senhora), que gozarão das mesmas indulgências.

Trecho retirado do livro “O Rosário da Virgem Maria”, Pe. João Henrique e Pe. Antonello, Editora Palavra e Prece

LOJA

Terço São Bento c/Cruz 4 cantos

Terço São Bento c/Cruz 4 cantos

R$ 17,00

Crucifixo

Crucifixo

R$ 7,00

Lv. Pobreza, Castidade e Obediência

Lv. Pobreza, Castidade e Obediência

R$ 20,00

Livro de Orações

Livro de Orações

R$ 20,00

Livro Summa Daemoniaca

Livro Summa Daemoniaca

R$ 50,00

Crucifixo Carvalho Parede/Mesa

Crucifixo Carvalho Parede/Mesa

R$ 52,00

PARCEIROS

CONHEÇA A CAMPANHA

SAIBA MAIS